sexta-feira, 30 de março de 2018

Coluna Magica - Primeira postagem!


Bom dia, Boa Tarde ou Boa noite gente bonita! Eu sou o Sudono, e esse é o meu primeiro post no blog, e serei responsável pela parte de card games aqui, especialmente Magic.

“-Mas tio Sudono, por que Magic? E não Yu-gi-oh ou Pokémon?” 

A resposta é mto simples meu pequeno gafanhoto... Porque sim! (Mentira... eu só manjo de pokémon e magic mesmo... se vcs quiserem eu posso escrever sobre pokémon tbm)
Então.... começando do começo, o que diabos é Magic the Gathering?

Magic é um card game criado pelo grandessíssimo Richard Garfield em 1993 (quase a minha idade.... to ficando velho....)  que simula a batalha entre dois planeswalkers, um tipo de mago capaz de viajar entre os mais diversos planos de existência. Cada jogador tem um baralho de 60 cartas onde cada carta simula uma magia, seja uma magia de dano direto, como bolas de fogo ou relâmpagos ou invocação de criaturas pra te auxiliar no combate, como dragões, bestas (não o Kiko!), elfos e muitos outros tipos. Os baralhos podem ter cartas de cinco tipos de cores, que representam os diferentes estilos de jogar: 

Azul 


As mágicas da cor azul são baseadas em controle. Cartas pra comprar mais cartas, anular magias e impedir as criaturas do oponente de atacar. Geralmente os jogadores de azul não tem amigos, devido a sua forma irritante de jogar.

Branco 

O Branco costuma jogar com um monte de criaturinhas fracas, que quando você vai ver, já tem 529 criaturinhas te batendo ao mesmo tempo. Branco também tem umas mágicas de controle, mas elas costumam ser reativas, ou seja, vc só pode usar quando alguém for te bater (bem que poderiam existir essas mágicas na vida real...)

Preto
 
O Preto costuma jogar com mágicas de enfraquecimento e dreno de vida e de brinde, destruição de criaturas. As mágicas pretas são bem poderosas, mas tudo tem um preço! Seus pontos de vida, suas criaturas, sua carteira, sua mãe...

Verde 

É a cor mais legal! A cor consiste em baixar bichão grande e sair batendo em todo mundo ou fazer vários elfinhos, que do nada, ficam maiores que a Serra da Cantareira e te batem ao mesmo tempo. As mágicas verdes costumam ser de fortalecimento e ganhar vida.

Vermelho 

É simples... Tiro, porrada e bomba!!!! Vermelho é uma cor caótica, e tudo da dano! As mágicas vermelhas são focadas em dano direto e goblins suicidas pra bater em todo mundo! Vermelho também tem bichões grandes e estúpidos que já chegam metendo porrada em mim e em você

E por esse post é só! Na próxima eu vou ir explicando de forma mais detalhada as cores, as filosofias e o "horóscopo" do magic...

Até a proxima galera!

quinta-feira, 29 de março de 2018

Dice Tower


Oi galera, como vocês estão?

Eu sou a Gabriela, Gabi, Gimmo... não importa. Hoje trouxe um artigo para quem joga RPG de mesa e quer dar aquela inovada nas seções.

Se você alguma vez já lançou os dados e eles pularam para fora da mesa possivelmente te fazendo perder aquela chance de tirar um crítico, hum, eu entendo a sua dor. Masss depois de dar umas pesquisadas, descobri a Dice Tower (Torre de Dados), "uau bacana, mas o que é isso?".
É um acessório utilizado nos jogos de tabuleiro, geralmente uma torre como o próprio nome sugere (mas já vi de dragões, engrenagens, caixões, etc. Vai da sua criatividade) ela possui inclinações e um orifício onde os dados são jogados e caem até pousar na mesa. É uma ideia bem dinâmica, impede que os dados caiam e se espalhem, também é super efetiva +2 contra jogadores malandrinhos, além do fato de ser super legal ver seu dado saindo da boca da torre.

Dice Tower do RPG&Cultura, feita pelo Bruce Vieira

Porém como esses acessórios não são tãão baratos, existem diversas formas de construir a sua própria torre feita de materias reutilizados e hiper fáceis de achar. Essa da foto por exemplo, foi confeccionada usando papelão, palito de churrasco, esponja de aço (a famosa bombril), tinta e cola quente. Super facinho, não é?!


E você vai perceber que as dice towers não tem um estilo, tamanho, ou tipo definido, então a questão é inovar e soltar a imaginação! Vou colocar dois links para caso haja interesse em descobrir mais sobre: Torre de dados - idéias e Mestre dos Magos ensina a fazer Dice Tower.

Se alguém sentir dificuldade ou quiser saber mais sobre o assunto é só deixar nos comentários que nós sempre vamos estar aqui pra ajudar.

Já adiantando o conteúdo do meu próximo post: abordarei sobre miniaturas de personagens, animais e monstros.

E por hoje é só.
Fiquem na paz de Nimb.

sábado, 24 de março de 2018

1 Livro por Mês - O Fim da Infância

Fevereiro foi um mês especial pois resolvi seguir para um clássico da ficção cientifica. Em 1953 foi publicado pelo inventor, roteirista, engenheiro, romancista e escritor de ficção científica Sir Arthur Charles Clarke esta grande obra que consegue imaginar com precisão tecnologias atuais e falar da natureza humana de forma assustadora.

sábado, 10 de março de 2018

1 Livro por Mês - Sombras da Horda por Emerson

Livros. Objetos criados pelo homem para armazenar conhecimento, seja técnico/prático, seja de experiencias das personagens. Mas somente ter um livro não adianta muito pois, mesmo que o conteúdo esteja ali, ele é um conhecimento morto, mesmo representando poder de acordo com o ditado (e isso explica o porque de bibliotecários não serem as pessoas mais poderosas do mundo). Frente a esta realidade e percebendo que meu costume de leitura havia definhado aos poucos, resolvi me desafiar a ler pelo menos um livro por mês para começar. Segundo uma pesquisa realizada pela pelo Instituto Pró-Livro, o brasileiro lê menos de 2 livros por ano em média, o que me colocaria puxando a média para cima. Porém, comparado com franceses que leem 20 por ano, ainda tenho que caminhar bastante. Para estimular ainda mais esta pratica, vou colocar aqui uma review de cada livro lido. E não se preocupem, nada de spoilers.

Resultado de imagem para sombra da horda


terça-feira, 6 de março de 2018

Deuses Americanos por Erika

Olá olá! Meu nome é Erika, e virei aqui semanalmente falar um pouco com vocês sobre livros, que é uma das minhas paixões, depois do meu filho e comida, claro.

Hoje escolhi o livro Deuses Americanos, do Neil Gaiman. O mesmo autor do HQ Sandman, uma das obras mais conhecidas dele. 

Capa do livro mais lindo dessa dimensão