quarta-feira, 11 de novembro de 2020

Quartas Mandalorianas: T02E02: "Chapter 10 - The Passenger"


Gloriosas saudações! E bem vindos de volta às nossas análises da segunda temporada de The Mandalorian! Um episódio que deve gerar muita ansiedade em pais, já que lida com o Bebê Yoda colocando muitas coisas estranhas na boca.

Mas antes de entrar em mais detalhes, uma sinopse sem spoilers: Din concorda em transportar uma passageira em troca da localização de mais aliados, mas um encontro com uma patrulha da Nova República gera complicações inesperadas.

SPOILERS A PARTIR DE AGORA!!!

O episódio começa com Din ainda voltando para Mos Eisley na sua speeder, mas ele é surpreendido por um grupo de caçadores de recompensa que consegue derrubá-lo, destruindo a speeder, e fazeno o bebê sair voando e cair no chão rolando feio. Din derrota três dos atacantes, mas o quarto pega o bebê e o usa de refém. Din barganha e o caçador pede a mochila à jato de Din como pagamento. Ele entrega, e o caçador pega a mochila e foge. Din pega o bebê no colo, checando se ele está ferido, e depois de ver que não está ele usa o seu controle para ligar a mochila à jato, fazendo o quarto atacante cair de uma grande altura. Com a mochila em mãos, ele pega tudo que pode dos destroços e sai andando, chegando um tempo depois em Mos Eisley e indo para a cantina, se encontrar com Peli.
Ela conversa com Din enquanto joga Sabacc com um alién insectóide, possívelmente um Killik. Peli questiona Din ter voltado só com a armadura mandaloriana, mas Din explica resumidamente o episódio anterior. Ela então diz que o "Doutor Mandíbulas" tem informações sobre mandalorianos, mas que quer que Din pague a aposta dele essa rodada. Din paga, e Peli ganha o jogo, mas o "Doutor" ainda dá a informação, dizendo que o contato dele vai encontrar Din no hangar da Peli.
Mais tarde, no hangar, Peli traduz as informações do contato: Uma fêmea de uma espécie de sapos humanóides. O marido dela teve contato com um grupo de Mandalorianos num setor próximo, e ela quer ser levada até ele, pois precisa fertilizar seus ovos antes do equinócio. Mas a viagem tem que ser feita sem entrar no híperespaço, pois isso iria matar seus ovos na hora. Din relutantemente concorda, preocupado com os perigos da viagem, mas querendo muito achar outros Mandalorianos. Enquanto isso o bebê vê os ovos da Sapa, que estão guardados numa cápsula cheia d'água, e fica encantado.
Mais tarde, já no espaço, Din coloca as coordenadas para o piloto automático, e descobre que a Sapa não fala nada além do seu próprio idioma, que ele não entende, e vai dar uma olhada no bebê, que abriu a cápsula de ovos e e está com um nas mãos. O bebê então come o ovo, e apesar de Din não conseguir impedir isso, ele consegue fechar a cápsula. Ele manda o bebê não fazer isso de novo e põe ele na cama, indo dormir também.
Um alarme acorda Din, que corre para o cockpit. Ele abre as comunicações, e duas X-Wings da Nova República se aproximam. O piloto da X-Wing questiona porquê a Razor Crest esta com o transponder desligado, e Din explica que sendo uma nave pré-imperial permite que ele voe sem transponder, mas o piloto diz que isso era antes, Din então diz que vai resolver isso assim que possível, e até diz "Que A Força esteja com você" para o piloto. Mas ao invés de irem embora o piloto pede que Din ligue o transponder pelo menos por um momento para confirmar que ele não tem relações imperiais. Din tenta evitar com desculpas, mas o piloto diz que se ele não confirmar agora, ele terá que levar Din ao posto de checagem em Adelphi. Din então liga o transponder, mas o outro piloto pede para conversarem no canal 2. Após um momento as X-Wings abrem suas asas, e o primeiro piloto questiona se a Razor Crest esteve em proximidade à prisão em Bothan Cinco, o local do episódio 6 da primeira temporada.
Din acende os motores no máximo e desce em direção a um planeta próximo, e os pilotos (um sendo um dos que apareceram na temporada passada, interpretado novamente por Dave Filoni) o perseguem. Eles entram na atmosfera e então abaixo das nuvens, chegando num planeta gélido. Din faz manobras arriscadas para atravessar uma caverna, e então pousa num local coberto, as X-Wings indo adiante, tendo perdido ele de vista. Mas a calmaria de Din não dura muito, pois logo em seguida o gelo abaixo da nave começa a rachar, e eles caem no subterrâneo.
A queda fez todos desmaiarem, mas tanto Din quanto a Sapa acordam, e Din desce para ver os danos e procurar os ovos. Ao descer ele nota que o casco tem um grande buraco, o que está deixando o frio entrar. Ele então encontra o bebê comendo os ovos, e o impede de comer mais. Pouco tempo depois eles colocaram um pano em cima do buraco para tentar deixar o frio pra fora, e um aquecedor para poderem dormir. Din explica os danos da nave, e a Sapa tenta falar com ele novamente, mas ele diz que seja lá o que for pode esperar até de manhã e que ela deve ir dormir. Ela cobre os ovos, e então nota um dróide na parede, o dróide assassino Zero também do sexto episódio da primeira temporada.
A cena corta para algum tempo depois com Zero mandando Din acordar, mas ao despertar Din vê que a sapa hackeou o "corpo" de Zero para usar o tradutor dele. A sapa explica que precisa que Din conserte a nave assim que possível para ela chegue ao seu marido, pois esses ovos são os últimos da família e eles se recusam a permitir que sua linha seja extinta. Din explica que as circunstâncias deixam o acordo de lado, mas a Sapa então responde que o código de honra dos mandalorianos pede que ele honre suas promessas, a menos que esse código seja só uma história para crianças. Din, após um momento de hesitação, se levanta, pega sua caixa de ferramentas e sai.
Algum tempo depois, em meio aos reparos, o bebê chama Din, e aponta pegadas, a Sapa saiu andando para dentro das cavernas. Din e o bebê seguem, e chegam à uma caverna com uma fonte termal, onde a Sapa está se banhando com os ovos. Din explica que a noite está pra chegar, e ele só pode garantir a segurança dela na nave, e eles começam a guardar os ovos. O bebê tenta alcançar os ovos também, mas Din o impede. O bebê então olha em volta e vê várias pedras de formato estranho ao redor da fonte. Ele se aproxima de uma e percebe que é macia, ele rasga a casca vê um inseto dentro, ele pega e come o inseto, e começa a comer a gosma que ainda tem no ovo. Mas nós vemos que os ovos ao redor começam a chocar, e logo um barulho começa a surigr na caverna.
Din pega os ovos e o bebê, e a Sapa coloca suas roupas, e eles vão em direção à saída, mas antes um barulho maior chama sua atenção. Várias criaturas, que eu só posso descrever como aranhas verticais, com o corpo em cima das pernas e o rosto embaixo (muito parecidas com umas criaturas que apareceram em Star Wars Rebels), começam a surgir dos túneis, e uma delas, muito maior que todas as outras, chega e todos correm. Eles vão pelos túneis, Din atirando nas aranhas que pode, e a aranha maior, que não consegue entrar nos túneis, demolindo o teto para tentar alcançá-los. Din usa cargas explosivas nas parede, e consegue aparentemente matar a grande aranha. Eles enntão chegam na nave, e Din tenta dar tempo dos outros entrarem no cockpit, o único local sem danos externos da nave, mas ele começa a ficar cercado, e recua. Ele chega ao cockpit, mas as aranhas impedem o fechamento da porta. A Sapa puxa um blaster simples e atira em algunas aranhas que entraram no cockpit, e Din usa seu lança-chamas para afastar as aranhas e fazer a porta fechar. Ele então tenta decolar com a nave, mas a grande aranha surge acima deles e os joga de volta ao chão. Ela quebra os vidro do cockpit, mas no último segundo, tiros blaster a atingem e ela cai no chão. Nós ouvimos mais tiros do lado de fora, e Din começa a sair da nave.
Ao chegar no lado externo, ele vê as duas X-Wings de antes pousadas, os pilotos usando seus rifles para matar as aranhas que ainda tinham sobrado. Após terminarem, o piloto que falou com Din antes fiz que rodou a Razor Crest na base de dados. Din tem um pedido de prisão pela libertação de um prisioneiro, mas que registros internos mostram que ele prendeu três alvo de alta prioridade, e tentou impedir a morte de um oficial de segurança. O piloto pergunta se os registros dizem a verdade, mas Din só pergunta de volta se ele está preso. O piloto responde que ele deveria estar, mas estes são tempos dificéis. Din diz que se ele deixar as recompensas passarem, os pilotos podem ajudar ele com os reparos, mas o piloto responde que ele tem que consertar o transponder ou eles vão vaporizar a Razor Crest na próxima vez que se encontrarem em patrulha.
Os pilotos então partem, e Din retorna a nave, explicando ao bebê e a Sapa que ele vai deixar o cockpit funcional e selado o suficiente para eles viajarem. Nós vemos alguns dos reparos, e então a lenta e complicada decolagem, mas eles conseguem chegar ao espaço, e vão em direção ao seu destino, fagulhas saltando da Razor Crest o caminho inteiro.

O episódio começou com a grande expectativa do episódio passado, e por um momento eu achei que o Boba Fett ia aparecer pra ajudar Din, mas não rolou. No entanto, parece que ele vai ter sua própria série do Disney+, e considerando que a série do Obi-Wan ainda vai rolar, talvez tenhamos alguns crossovers. Mas se a aparição do Cobb Vanth e do Boba era só um teste pra ver a reação do público pra aí dar o ok numa série do Boba, os rumores da aparição da Ahsoka e Sabine dão fruto à possibilidade dos rumores de uma série Live Action dela proucrando Ezra serem reais. Apesar do frio do planeta desse episódio, as expectativas só fazem esquentar.
O alien insectóide não tem espécie confirmada, mas a único que eu consigo lembrar que tem uma aparência dessas em Legends são os Killiks, eles tem uma cultura primitiva, mas tem capacidades interestelares, e no Legends são de fora da galáxia, tendo vindo pra cá a milhares de anos, supostamente da mesma galáxia daonde vieram os Yuuzhan Vong, e se você sabe quem são os Yuuzhan Vong sem eu precisar explicar você é um nerd old school sério. Um resumo é que eles são uma espécie de fora da galáxia que também está fora do ciclo da Força, eles não tem membros sensitivos e A Força não os afeta. Foram um grande antagonista nos livros da Nova Ordem Jedi no Legends.
Mas voltando para coisas canônicas, o Mando teve sorte que essas aranhas são mais fracas que as do Rebels, no Rebels as aranhas de Atollon eram imunes a blasters, teria sido um episódio muito mais curto.
Uma crítica que eu tenho é que todas as cenas de um planeta de gelo que tinham nos trailers apareceram agora, então a teoria de que Din iriam para Ilum foi desbancada, o que é triste, mas não torna impossível de acontecer em outras temporadas, certamente seria muito interessante.
A Nova República realmente se mostra muito melhor que o império, mas não é exatamente um bando de altruístas. Eles deixaram Din ir pela captura de três alvos, e por TENTAR proteger a vida de um oficial, mas não ajudaram ele a seguir seu caminho. Ele podia ter morrido no planeta, e eles não estão nem aí. Eu questiono porquê eles resolveram voltar justo ao planeta e continuar procurando depois de fazer o passe da Nave na base de dados deles, e também questiono como eles encontraram a nave, principalmente depois de várias horas, a neve teria coberto qualquer rastro. Talvez eles detectaram os movimentos das aranhas, ou as explosões que DIn causou? Quem sabe.
A maior pergunta aqui, na verdade, é porquê o bebê ficou tão obcecado com os ovos da Sapa? Ele ia atrás como uma criança que comeu sorvete pela primeira vez, é uma obsessão, e no fim das contas levou ele a ir comer uma aranha, o que então gerou o problema na sequência final. Se essas fossem as aranhas do Rebels, e se o bebê tivesse um pouco mais de maturidade emocional, eles poderia ter usado A Força para domá-las, como Kanan fez, mas o único uso da Força no episódio inteiro é ele puxando os ovos da Sapa até ele. Essa obsessão é tão estranha, espero que alguém comente sobre isso antes da temporada acabar, não dá pra só isso acontecer do nada e ninguém comentar nunca mais.
Apesar disso, o bebê e suas novas vocalizações ainda são extremamente fofas, e eu fico feliz que depois de ser só uma decoração no primeiro episódio ele foi uma peça central nesse.

Por favor, comentem o quê acharam, comentem dúvidas e curiosidades que queiram que eu fale sobre na análise do próximo episódio na semana que vem, e até lá que A Força esteja com vocês, e lembrem-se: Este é o caminho.

The Mandalorian é disponibilizado somente na Disney+, que será lançada no Brasil no dia 17 de Novembro, por favor assistam com responsabilidade.

Nenhum comentário:

Postar um comentário