quarta-feira, 18 de novembro de 2020

RPG e RPG 2!!


Saudações senhoras e senhores, dia de publicação. 
Eu sou Lucas Belasques o coordenador de Swordplay e hoje trago mais sobre RPG. 

Como dito anteriormente, jogos que focam muito na interpretação do personagem não são considerados RPG, em jogos eletrônico, como dito anteriormente até tem interpretação, mas ela é bem limitada, já que tem toda a questão dos atributos, level, e combates para prender o jogador. Jogos que focam na história em causa e consequência, como os jogos de Quantic Dream, Beyond Two Souls e Detroit focam muito em sua narrativa, mas deixam de lado o sistema de progressão de personagem como um boneco cheio de pontos e atributos. Fazendo que os personagens sejam orgânicos e vivos, numa narrativa envolvente. Na minha opinião esses jogos não são RPG pelo o que eu falei lá trás na primeira postagem, são jogos de narrativa e história como um RPG de mesa, e não jogos de "upar" (subir de nível) o personagem. Outro jogo eletrônico pathologic 2 da Ice-Pick Lodge, traz um jogo de literalmente interpretação, sem spoilers, mas no começo do jogo somos apresentados ao diretor da peça de teatro e é dito que somos um ator, esse jogo deixa bem claro que ele é basicamente um rpg de mesa num video game. Você dita o rumo do jogo com suas escolhas e elas impactam nos diversos desfechos da historia.

É isso rapaziada, conclui a postagem de RPG e RPG, agora semana que vem, o swordplay vem para bater em geral.

Boa semana a todos!


Nenhum comentário:

Postar um comentário